253° dia – U2 // Vertigo Tour


23 de julho de 2005. Confirmado.
O U2 vem tocar em Roma, no Stadio Olimpico.

Ontem abriu a pré venda de ingressos, somente via internet. Nao consegui entrar no site. Tudo congestionado. A venda foi suspesa. No fim da tarde, leio uma noticia de que os pontos de venda (que somente deveriam vender os ingressos hoje) começaram a venda por causa da alta demanda.

As 18.00 caminhei até a Orbis, um dos pontos de venda de ingressos, perto de Santa Maria Maggiore, mais ou menos 1 Km daqui. Um frio de rachar… A fila ja era esperada… Pouco mais de uma hora ali parado, ouço o aviso de que nao haviam mais ingressos para a pista, somente pra "curva", que eh a arquibancada lateral. Mais meia hora e o posto de venda fecharia…, certamente nao daria tempo nem de eu comprar bilhetes para a curva.

Por sorte, havia levado comigo uma listagem dos pontos de venda da TicketOne.it, e procurei logo o ponto de venda que ficava aberto até mais tarde. Resultado? Largo Raffaele Pettazzoni. Onde fica? Sei la. Liguei pro Giovanni e pedi pra ele ver na net… Bah… quase fora da cidade. Ele me deu uma explicacao maluca, praticamente impossivel de chegar la. E ja era noite. Tive entao a "brilhante" ideia de ligar pro bar (sim, era um bar que vendia os ingressos – aqui tem cada maluquice) e perguntar como fazia pra chegar la saindo da estaçao Termini. O cara entao me sugeriu pegar o onibus 105 e "fazer a casilina". Eu disse "ta bem…" (que merda eh "fazer a casilina"? pensava…). Na Termini entrei no 105 e perguntei sobre o tal Largo. O motorista nunca tinha ouvido falar. Mas um dos passageiros estava com um mapa da cidade (dos completos porque esse lugar nao tem nos mapas normais) e com uma grande boa vontade e resolveu me ajudar. E entao eu ja sabia onde descer. E descobri que a Casilina eh uma avenida gigantesca, estilo "perimetral". Nunca tinha ouvido falar dessa zona da cidade…

La na puta-que-o-pariu eu desci… e caminhei… Bom, acho que foi a primeira vez que pensei que poderia ser assaltado em Roma eeheheh… predios caindo aos pedaços, quase ninguem na rua, sem iluminaçao, um lixo… Com 150 euros no bolso, um pouco de medo e outro pouco de dificuldade cheguei ao tal do "Bar Fratelli Arcaro". Pra minha surpresa (ou nao)… nao tinha ninguem. Perguntei sobre os ingressos e ele me disse "Nao tenho mais, so tenho lugar na curva nord". Eu entao disse que procurava a pista… e fiquei ali pensando no que fazer: esperar ate o outro dia pra ir cedinho pra uma outra fila ou comprar lugar na curva de uma vez. Nesse meio tempo outras tres pessoas entraram ali tambem procurando ingressos, e ninguem ficava feliz com a tal da curva nord… "deve ser uma merda de lugar", conclui. Entao o cara viu que eu tava desistindo e disse pra mim: "Olha, foi vc que me ligou la da estaçao, ne? Amanha se vc vier cedo te consigo os bilhetes pra pista, pode ser?". Certo!

Hoje, 6 da manha. Mais frio que ontem. Levantei, tomei meu banho e fiz a segunda parte da maratona em direçao ao Largo Pettazzoni… Dessa vez ja sabia o caminho, ontem na volta tinha decorado bem como chegar. Entrei no bar e la estava o sr. que me atendeu… Graças a Deus ele cumpriu com a palavra, e la estavam os dois bilhetes para a pista (um pra mim e outro pro Paco – de Sevilla, que vai junto). No total quase 5 horas de busca e 57,50 euros cada bilhete. Tenho certeza que valerao a pena… é o inicio da realizaçao de um grande desejo: Eu vou ao Show do U2!

Abaixo, segue o bilhete (clique pra ver maior):

Information and Links

Join the fray by commenting, tracking what others have to say, or linking to it from your blog.


Other Posts

Write a Comment

Take a moment to comment and tell us what you think. Some basic HTML is allowed for formatting.

You must be logged in to post a comment. Click here to login.

Reader Comments

Be the first to leave a comment!